Acionistas da Telecom Italia e Telefónica negam oferta

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 17:13 BRST
 

Por Nigel Tutt

MILÃO, 22 de janeiro (Reuters) - A Telefónica e os três investidores italianos na Telco, principal acionista da Telecom Italia, negaram nesta sexta-feira informação da imprensa de que a companhia espanhola está preparando uma oferta pela empresa de telecomunicações italiana.

Após a negativa, as ações da Telecom Italia perderam grande parte dos ganhos do início da sessão que foram gerados por uma notícia publicada no jornal La Repubblica. O diário publicou que a Telefónica iria fazer uma proposta toda em ações de compra da Telecom Italia, pagando um prêmio de entre 25 e 30 por cento.

A Telefónica informou em comunicado que qualquer informação publicada pela imprensa nesta sexta-feira sobre suas participações na Telecom Italia é falsa.

Em comunicado separado, os três acionistas da Telco --Assicurazioni Generali, Intesa Sanpaolo e Mediobanca-- afirmaram que as informações do jornal eram "completamente sem fundamento".

A Telco controla 24,5 por cento da Telecom Italia.

O jornal também publicou que os acionistas montariam um novo veículo de investimento, que deteria a participação da Telco na Telecom Italia e os cinco por cento que a empresa Criteria possui na Telefónica. A Criteria é uma holding do La Caixa, maior banco de poupanças da Espanha.

A Criteria não quis falar sobre o assunto quando contatada pela Reuters.

O ministro da Indústria da Italia, Claudio Scajola, disse que vai pedir aos executivos da Telecom Italia novas informações sobre a situação da empresa com a Telefónica na próxima semana.   Continuação...