EUA proíbem envio de SMS por motoristas de ônibus e caminhões

terça-feira, 26 de janeiro de 2010 09:46 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O governo dos Estados Unidos proibiu nesta terça-feira que motoristas de ônibus e caminhões enviem mensagens de texto via celular (SMS, na sigla em inglês) enquanto estão ao volante, para evitar distração.

O secretário dos Transportes, Ray LaHood, disse em comunicado que a proibição tem efeito imediato.

A decisão segue à medida similar em dezembro, quando motoristas de veículos do governo federal foram proibidos de enviar SMS.

"Queremos que os motoristas de caminhões e ônibus e aqueles que estão nas estradas estejam em segurança", disse LaHood.

A multa para quem for pego ao volante enviando SMS é de até 2.750 dólares.

Pesquisas indicam que os motoristas de caminhões tiram os olhos da estrada na maior parte do tempo em que enviam ou recebem mensagens de texto no celular, e que estão muito mais sujeitos a acidentes do que aqueles que não usam o SMS.

O Conselho Nacional de Segurança, grupo de pesquisa e advocacia, estima que 200 mil acidentes de todos os tipos nas estradas dos EUA são causados por motoristas que estão enviando ou recebendo mensagens de celular.

Perto de duas dúzias de Estados norte-americanos proíbem o SMS ao volante para todos os motoristas e outros estão considerando medida legal similar. Um projeto de lei também está no Congresso para proibir a prática.

Muitas empresas dos EUA também banem o uso de SMS por seus empregados enquanto dirigem a trabalho.

(Por John Crawley)

 
<p>Um motorista usa seu smart phone durante tr&acirc;nsito em Encinitas, Calif&oacute;rnia. O governo dos Estados Unidos proibiu nesta ter&ccedil;a-feira que motoristas de &ocirc;nibus e caminh&otilde;es enviem mensagens de texto via celular enquanto est&atilde;o ao volante, para evitar distra&ccedil;&atilde;o. REUTERS/Mike Blake 10/12/2009</p>