SAP vê vendas e margem maiores em 2010

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010 15:58 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - A alemã SAP divulgou nesta quarta-feira previsão de recuperação lenta dos mercados de software corporativo uma vez que as empresas seguem receosas sobre investimentos.

A SAP informou que espera um aumento nas vendas e na margem operacional este ano e espera retorno ao crescimento de dois dígitos em 2011.

A companhia surpreendeu investidores há duas semana com uma forte performance de quarto trimestre na Ásia, em um sinal de que alguns orçamentos de tecnologia de empresas podem estar melhorando.

A SAP, que tem entre seus mais de 92 mil clientes empresas como McDonald's, Pepsi e GE, se considera a maior fornecedora se software de gestão de redes de fornecimento e de relacionamento com clientes.

"O ano de 2010 terá uma estrada de recuperação muito lenta. Mas isso não deveria nos impedir de sermos mais otimistas", afirmou o presidente-executivo da SAP, Leo Apotheker.

O executivo afirmou a jornalistas que não haverá mais cortes maciços de custos na empresa.

No final de 2008, a SAP cortou 3 mil empregos para amortecer o impacto de uma drástica queda de vendas.

(Por Nicola Leske)