Procurador de NY investiga varejistas online por tarifas ocultas

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010 17:56 BRST
 

Por Dhanya Skariachan

NOVA YORK (Reuters) - O procurador-geral de Nova York, Andrew Cuomo, está investigando 22 varejistas norte-americanos por direcionar consumidores online à adesão de programas de clubes de descontos que cobram taxas ocultas.

Cuomo enviou intimações aos sites de grandes varejistas como Barnes & Noble, Avon e Staples, que possuem acordo com três empresas que oferecem tais programas de descontos --Webloyalty, Affinion/Trilegiant e Vertrue.

Cuomo disse em comunicado nesta quarta-feira ter chegado a um acordo com a varejista online de bilhetes de cinemas Fandango para encerrar tais práticas.

A investigação de Cuomo revelou que consumidores online são geralmente direcionados "sem saber" à página de um programa de adesão que é independente do site da varejista.

Informações sobre o programa de adesão e suas ramificações são geralmente fornecidas em letras miúdas e em um texto desordenado, afirmou Cuomo. Por exemplo, um cliente que clica no link automaticamente concorda em transferir as informações de seu cartão de débito ou crédito.

As intimações solicitam informações sobre as práticas das varejistas de partilhar informações dos consumidores com empresas de programas de adesão, o conhecimento delas de práticas enganosas e compensação das empresas de tais programas.

A Barnes & Noble disse que colaborará com a investigação.

Outras varejistas intimadas incluem Tickemaster.com, Priceline.com e Gamestop.

Representantes de Avon, Priceline.com, Ticketmaster.com, e Staples não responderam imediatamente aos pedidos de comentários, enquanto a Gamestop se recusou a falar sobre o assunto.

(Reportagem adicional de Phil Wahba)