Infraestrutura crítica é alvo frequente de ciberataques

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010 17:17 BRST
 

HELSINQUE (Reuters) - A cada segundo um fornecedor de infraestrutura crítica é alvo de um ciberataque, afirma uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela empresa de software de segurança McAfee.

Hackers frequentemente têm sucesso em ataques contra empresas, afirmam especialistas em segurança, mas as companhias que são alvo dessas incursões raramente as revelam porque temem prejudicar suas reputações e incentivar os criminosos.

Por conta disso, o anúncio do Google de que foi alvo de um "altamente sofisticado ataque dirigido" na China ganhou tamanho destaque este mês.

Para a pesquisa da McAfee, o Centro Estudos Estratégicos e Internacionais ouviu cerca de 600 executivos voltados a áreas de tecnologia da informação e segurança dos setores de energia, transporte, saneamento, governo, telecomunicações e financeiro em 14 países.

"Nos países mais desenvolvidos, a infraestrutura crítica está conectada à Internet e pode não ter os recursos devidos de segurança, o que deixa essas instalações vulneráveis", afirma a McAfee no relatório.

Cerca de 37 por cento das empresas acreditam que a ameaça à infraestrutura crítica esteja crescendo e 40 por cento esperam um importante incidente de cibersegurança para o próximo ano, afirma a pesquisa. O levantamento também sustenta que uma em cada cinco empresas foi vítima de extorsão financeira.

Greg Day, analista de segurança da McAfee, disse que a maior surpresa na pesquisa foi a escala e a amplitude dos ataques.

"Está acontecendo em uma escala tão grande e nós certamente veremos ataques cada vez mais sofisticados", disse Day.