Samsung mostra otimismo sobre demanda de TVs e chips em 2010

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010 09:16 BRST
 

Por Rhee So-eui

SEUL (Reuters) - A Samsung Electronics espera que uma rápida recuperação na demanda por chips de memória de computadores e TVs de tela plana impulsione seu crescimento este ano. Mas a empresa considera que a retirada das medidas de estímulos econômicos de governo representam um risco importante para as vendas.

A maior fabricante mundial de chips de memória e telas LCD afirmou que a alta no won pode também minar os lucros, apesar da maior parte dos analistas estar otimista sobre as perspectivas para a empresa que se tornou uma marca global em um intervalo de 10 anos.

As medidas de Pequim para apertar as condições monetárias elevaram os receios sobre uma potencial desaceleração da economia chinesa, afetando a perspectiva de demanda para países como a Coreia do Sul, que exporta certa de 25 por cento de seus produtos para a China.

Esses receios e os fracos resultados de empresas de tecnologia nos Estados Unidos na véspera pressionaram as ações da Samsung nesta sexta-feira, que caiu 3 por cento, acumulando retração de 5 por cento na semana.

"Mas estou confiante sobre a Samsung este ano. Chips e LCD estão se saindo muito bem e a Samsung está trabalhando com smartphones, apesar de ser um pouco tarde para começar", afirmou Choi Jong-hyeok, gerente de fundos na Midas Assets Management.

Analistas esperam que o lucro líquido da maior empresa de tecnologia da Ásia em valor de mercado cresça 30 por cento, para 13 trilhões de wons (11 bilhões de dólares), este ano, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A empresa afirmou que está considerando aumentar seu investimento em chips de memória para suprir a demanda.

O lucro consolidado da empresa no quarto trimestre subiu para 3,7 trilhões de wons, acima da previsão de 3,58 trilhões de wons apurada pela Thomson Reuters I/B/E/S. As vendas no período subiram 19 por cento, para 39,24 trilhões de wons.

As ações da empresa subiram 77 por cento no ano passado, bem acima do ganho de 50 por cento do mercado coreano.

 
<p>Computadores da Samsung Electronics s&atilde;o exibidos em Seul. A Samsung Electronics espera que uma r&aacute;pida recupera&ccedil;&atilde;o na demanda por chips de mem&oacute;ria de computadores e TVs de tela plana impulsione seu crescimento este ano. Mas a empresa considera que a retirada das medidas de est&iacute;mulos econ&ocirc;micos de governo representam um risco importante para as vendas.29/01/2010.REUTERS/Lee Jae-Won</p>