Ação da Amazon cai por medo de preço de livro digital mais alto

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 18:00 BRST
 

SAN FRANCISCO, 1o de fevereiro - As ações da Amazon.com exibiam forte baixa nesta segunda-feira pelo temor de que a maior varejista online do mundo eleve os preços dos livros digitais (e-books) por pressões de editoras que querem manter suas margens.

A companhia alertou clientes no domingo que se curvou à pressão da editora Macmillan, que queria cobrar de 12,99 dólares a 14,99 dólares pelos livros vendidos na loja virtual do dispositivo para leitura digital Kindle, da Amazon.

O valor está acima dos 9,99 dólares que a Amazon geralmente cobra pela maior parte de livros digitais, levando muitos a acreditar que os preços dos e-books no site da companhia irão eventualmente aumentar.

O estrategista de derivativos Joe Kinahan, da TD Ameritrade, chamou a situação de "muito negativa para a Amazon".

"O raciocínio é: outras editoras agora podem refazer suas ofertas na Amazon.com, o que pode afetar todo o seu modelo de negócio", disse Kinahan.

Editoras estão preocupadas com os baixos preços de livros digitais, que podem prejudicar o mercado de livros convencionais.

Um porta-voz da Amazon afirmou que a política da companhia é de não comentar o desempenho das ações no mercado. As ações da Amazon recuavam 6 por cento às 17h59 (horário de Brasília), para 118 dólares, na Nasdaq.

(Reportagem de Alexandria Sage e Doris Frankel)