Chefe de inteligência dos EUA: ataque a Google serviu de alerta

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010 19:35 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - Os recentes ataques ao Google foram um "alerta" e nem o governo norte-americano nem o setor privado podem proteger a insfraestrutura cibernética do país inteiramente, afirmou o diretor nacional de inteligência dos Estados Unidos, Dennis Blair, nesta terça-feira.

"Atividades maliciosas estão ocorrendo em escala sem precedentes com uma sofisticação extraordinária", disse Blair em depoimento preparado para uma audiência no comitê de inteligência do Senado.

As "agressivas atividades" da China geram desafios para seus vizinhos, disse Blair.

(Reportagem de Adam Entous)