Asustek vê queda em vendas de PCs portáteis no trimestre

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010 16:29 BRST
 

TAIPÉ (Reuters) - A Asustek espera que as vendas de seus computadores portáteis caiam até 20 por cento no atual trimestre em relação ao anterior, ficando atrás de rivais e de expectativas do mercado.

A Asustek Computer despachou cerca de 2,7 milhões de notebooks e 1,8 milhão de netbooks Eee no último trimestre de 2009 e espera que os envios do atual trimestre recuem entre 10 e 20 por cento.

Os embarques de placas mãe de computadores devem subir de 5 a 10 por cento sobre as 5,3 milhões de unidades vendidas no último trimestre de 2009.

"É uma queda enorme a que eles estão prevendo", afirmou o analista Edward Yen, do UBS. "Se você olhar para os números dos fabricantes terceirizados, é pior do que qualquer um dos rivais deles está estimando."

Fabricantes de equipamentos sob regime de terceirização como a Quanta e a Compal, que produzem laptops com marcas de outras empresas clientes, afirmaram que esperam quedas de cerca de 5 por cento na comparação trimestral.

Quanta e Compal produzem juntas mais da metade de todos os laptops do mundo e muitos analistas observam as estimativas das duas empresas em busca de sinais da demanda por computadores pessoais.

"Eu acho que a situação para eles pode não ser tão boa quanto o mercado estava esperando", disse o analista do UBS.

A Asustek informou a estimativa depois do fechamento do mercado acionário de Taiwan, nesta sexta-feira. As ações da empresa recuaram 4,46 por cento, em linha com o declínio do principal índice da bolsa de Taipé.

A Asustek divulgou resultado de quarto trimestre acima do esperado por analistas, com um lucro líquido de 5,66 bilhões de dólares de Taiwan, em linha com outros resultados que superaram estimativas do mercado divulgados por empresas como Microsoft, Lenovo e Apple.

(Reportagem de Kelvin Soh)