Telefónica: economia fiscal compensa perda com Venezuela em 2009

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010 19:03 BRST
 

MADRI (Reuters) - O grupo de telecomunicações espanhol Telefónica afirmou que o dinheiro que economizou com novas regras da União Europeia compensará as perdas de 548 milhões de euros (752 milhões de dólares) que teve com inflação e desvalorização da moeda na Venezuela nos resultados de 2009.

A Venezuela é o segundo mercado mais importante para a Telefónica depois do Brasil, gerando cerca de sete por cento de sua receita total.

O preços ao consumidor na Venezuela saltaram 25,1 por cento em 2009 e, no mês passado, o presidente Hugo Chávez anunciou a desvalorização do bolívar para cobrir seu orçamento e outras despesas.

A desvalorização da moeda venezuelana reduzirá em 1,81 bilhão de euros o valor dos ativos totais da Telefónica em 2010, segundo informou o grupo nesta sexta-feira.

Por outro lado, os resultados de 2009 incluirão 591 milhões de euros em reservas fiscais devido a novas regras da UE sobre investimentos externos, e uma economia anual de 140 milhões de euros a partir de 2010.

A Telefónica divulgará seu resultado para o ano de 2009 no próximo dia 26.

(Reportagem de Tracy Rucinski e Carlos Ruano)