China fecha maior site de treinamento de hackers

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010 09:38 BRST
 

XANGAI (Reuters) - A China fechou o que as autoridades chinesas afirmaram ser o maior site de treinamento de hackers do país e deteve três de seus membros, publicou a mídia nacional no domingo.

O site "Black Hawk Safety Net" ensinava técnicas a hackers e oferecia downloads de software para seus 12 mil membros pagantes, publicou no final de semana o jornal Wuhan Evening News, mencionando declarações de policiais de Huanggang, cidade logo a leste de Wuhan.

As ações dos hackers da China atraíram atenção internacional depois que o Google ameaçou deixar o país por conta de uma tentativa de invasão por hackers originada da China. A empresa considerou ação como grave e afirmou que resultou em roubo de propriedade intelectual da companhia.

A China negou o envolvimento no ataque de hackers e disse que não tolera esse tipo de atividade.

O site foi fechado em novembro e três de seus membros estão detidos por suspeita de atividades criminosas, o jornal informou, sem explicar por que a notícia foi divulgada apenas agora.

Wuhan coincidentemente abriga a Academia do Comando de Comunicações, que treina hackers, de acordo com um depoimento de James Mulvenon, especialista em segurança na computação, ao Congresso norte-americano, em 2008.

A popularidade das operações de hackers na China e seu uso de múltiplos endereços e servidores, em Taiwan e outros locais, torna difícil provar como e por quem suas atividades são coordenadas.

Os aspirantes a hackers chineses não tinham dificuldade para obter tudo de que precisavam para essa atividade, graças a um setor ativo de pirataria e a sites como o Black Hawk Safety Net (www.3800hk.com), que não mostrava sinais de estar ativo nesta segunda-feira.