Registro de usuários do World of Warcraft é suspenso na China

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010 13:57 BRST
 

XANGAI (Reuters) - A terceira maior operadora de games online da China, a NetEase.com, anunciou a suspensão do registro de novos usuários do World of Warcraft na China enquanto tenta renovar licença para operar o pacote de expansão do popular game da Activision Blizzard.

O registro de novos usuários será interrompido por uma semana a partir de segunda-feira devido ao feriado do Ano Novo Lunar, afirmou a empresa.

"Recentemente enviamos nosso pedido para operar o World of Warcraft The Burning Crusade para a Administração Geral da Imprensa e Publicação (AGIP) para revisão", disse a empresa.

Desde novembro, a NetEase foi pega no fogo cruzado de uma disputa inter-governamental sobre a regulação do espaço online para games.

Como resultado, a AGIP devolveu o pedido da NetEase para operar o pacote de expansão do World of Warcraft, pedindo que a empresa parasse de cobrar dos usuários para jogar o título. O órgão também desautorizou a empresa de prosseguir com registro de novos usuários citando "grandes violações" das regulamentações. A NetEase, porém, continuou a operar o game, afirmando estar de acordo com as leis locais.

A China tem mais 80 milhões de jogadores online, que geraram receita de 4 bilhões de dólares em 2009, segundo a empresa de pesquisa chinesa iResearch.