Hackers atacam governo australiano por filtro contra pornografia

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010 09:53 BRST
 

CANBERRA (Reuters) - Um ataque coordenado realizado por hackers tirou do ar diversos sites do governo australiano nesta quarta-feira, em protesto contra um plano para criação de um filtro contra pornografia na Internet.

Os ataques, confirmados pelo Departamento de Promotoria Geral, afetou o site do Parlamento australiano por quase uma hora, incluindo o Departamento de Comunicação, que está levando a cabo o filtro compulsório na Internet contra pornografia e conteúdo ofensivo.

Os ataques foram lançados por hackers alinhados com um grupo que se declara contrário à igreja da Cientologia conhecido como "Anonymous".

"Nenhum governo deveria ter o direito de recusar a seus cidadãos o acesso à informação somente porque a considera 'indesejada'", afirma o grupo em email. "O governo australiano aprenderá que ninguém mexe com a nossa pornografia."

O governo de centro-esquerda australiano, que enfrentará eleições este ano, prometeu um filtro de Internet para bloquear uma lista de sites banidos, incluindo material de abuso infantil e pornografia. As leis serão apresentadas ao Parlamento em breve.

A indústria do sexo australiana alega que filmes pornográficos estão sendo rejeitados por censores porque apresentam mulheres com seios pequenos que podem ser confundidas com menores de idade e parecerem muito novas.

Uma pesquisa esta semana da McNair Ingenuity Research para o governo mostrou que 80 por cento dos 1.000 entrevistados apoiam o plano do filtro, que é fortemente combatido por grupos defensores da liberdade de expressão.

O Departamento de Comunicação afirmou que os hackers não infiltraram a segurança do governo, mas, em vez disso, sobrecarregaram os servidores que hospedam os sites do governo.

"O site do Parlamento australiano (www.aph.gov.au) esteve fora do ar esta manhã por aproximadamente 50 minutos devido a um ataque de tipo de negação de serviço promovido por indivíduos do grupo 'Anonymous'. Agora ele já está no ar novamente", afirmou uma porta-voz.