Regulador antritruste do México decidirá sobre operações de Slim

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010 20:41 BRST
 

Por Noel Randewich

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A agência reguladora antitruste do México tomará uma decisão sobre os planos do magnata Carlos Slim de consolidação de seus ativos de telecomunicações na quinta-feira, informou um porta-voz do órgão à Reuters.

Slim lançou um plano de 21 bilhões de dólares em janeiro para transferir o controle de sua operadora de telefones fixos no México Telmex e da regional Telmex Internacional para sua principal empresa, a operadora de celular América Móvil.

Com o aumento da concorrência na América Latina, Slim quer integrar suas companhias para criar uma provedora de serviços fixos, móveis e de Internet em todo o continente.

Mas reguladores vêm tentando há anos reduzir o domínio da América Móvil e Telmex sobre a indústria telefônica, o que leva a dúvidas sobre se irão aprovar o plano ou talvez estabelecerão condições para essa aprovação.

"A resolução do conselho pode ir em três direções: aceitar, rejeitar ou uma terceira seria condicional", disse o porta-voz.

Sob a proposta de Slim, a Telmex, que opera cerca de 80 por cento de todas as linhas fixas do México, será controlada pela América Móvil, mas as duas empresas continuariam como entidades separadas.

Já a Telmex Internacional deve ser absorvida pela América Móvil, com seus negócios de linha fixa e Internet no Brasil e outras partes da América do Sul, e deve, eventualmente, ser retirada da bolsa.