ENTREVISTA-Presidente da Adobe diz que teve 4o tri forte

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 19:33 BRST
 

Por Georgina Prodhan

BARCELONA (Reuters) - A Adobe, fabricante dos softwares Acrobat, Photoshop e Flash, terminou bem o ano de 2009 com a recuperação da economia geral, confirmando tendência notada pela empresa já em dezembro.

"No quarto trimestre, nós dissemos, de fato, que víamos uma estabilidade contínua e, no final do trimestre, vimos força", disse o presidente-executivo da empresa Shantanu Narayen em entrevista durante o Mobile World Congress, maior feira anual do setor móvel, em Barcelona.

A Adobe, que foi a Barcelona para promover o uso de seu software Flash em aparelhos móveis, afirmou em dezembro que a demanda por seus produtos aumentou no mês anterior.

O Flash é frequentemente usado para visualizar vídeos na Internet.

Narayen disse que a receita da empresa tende a refletir o crescimento do PIB norte-americano, em parte devido às vendas de seu pacote de softwares de design Creative Suite, que têm uma relação direta com gastos com marketing na economia geral.

O pacote inclui o software de edição de fotos Photoshop, o programa de desenho Illustrator, além do Dreamweaver, para Web design, e o editor de áudio Soundbooth, entre outros. O Creative Suite, junto com o software de visualização de documentos Acrobat, respondem por 90 por cento da receita da Adobe.

Narayen disse ainda que acredita que, até agora, nenhum dado da Adobe sofreu ataque de hackers no mês passado, quando o Google e 20 outras companhias perderam informações em um ataque coordenado.