Harman negocia aquisições no Brasil, China e Índia

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010 14:14 BRT
 

BANGALORE, 22 de fevereiro - A Harman International está estudando possíveis aquisições na China, na Índia e no Brasil. A companhia de produtos de áudio planeja desembolsar até 200 milhões de dólares em compras de empresas nos próximos 12 a 18 meses, disse o presidente-executivo da companhia, Dinesh Paliwal.

As aquisições fazem parte de uma estratégia maior da empresa de equipamentos de áudio, cujas marcas incluem Harman Kardon, JBL, Mark Levinson e Infinity, para expandir seus negócios nesses países rapidamente.

A Harman estima uma receita de cerca de 1,4 bilhão de dólares proveniente de China, Índia e Brasil em 2015, comparada a uma projeção de 175 milhões de dólares no atual ano fiscal de 2010. No acumulado do ano fiscal de 2009, encerrado em junho último, a receita global da companhia totalizou 2,89 bilhões de dólares.

"Estamos olhando para os três países atualmente. E existem excelentes possibilidades", disse Paliwal em entrevista à Reuters. "Estamos no meio das negociações", acrescentou.

A empresa planeja dobrar sua receita na China para cerca de 200 milhões de dólares este ano, segundo ele.

A Harman, que compete com Bose, Yamaha e Sony em vários segmentos, vem ganhando participação de mercado nas suas três divisões: consumidores diretos, setor automotivo e profissionais.

(Por S. John Tilak)