Google cancela parte chinesa de evento sobre Nexus One--fonte

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 09:18 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O Google cancelou a porção chinesa de um evento regional para demonstrar o seu primeiro celular inteligente, o Nexus One, a programadores de software, em Pequim. A medida marca a segunda decisão semelhante da parte da empresa desde que ameaçou se retirar da China.

O Google apresentará o celular dotado de tela sensível a toques a programadores de Hong Kong e Taiwan, na semana que vem, mas não realizará evento semelhante em Pequim, como os programadores originalmente esperavam, afirmou uma fonte próxima à empresa.

"Se o Google não tivesse diferenças com o governo chinês, teria realizado evento semelhante na China", disse a fonte.

Em janeiro, o Google ameaçou fechar seu portal Google.cn e se retirar da China, alegando problemas de censura e um ataque por hackers que operam no país.

Pouco depois de anunciar a ameaça, o Google postergou o lançamento na China de dois celulares que empregam sua plataforma Android.

Analistas disseram que um duelo entre o Google e o governo chinês poderia prejudicar os fabricantes de celulares que apostaram no sistema Android para reforçar suas vendas no maior mercado mundial de telefonia móvel.

Em uma declaração cujo objetivo era apaziguar os investidores, um executivo do setor na China afirmou no final do mês passado que as autoridades não tentariam limitar o uso de celulares acionados pelo Android no país.

O impasse também despertou preocupações quanto a seus empregos entre muitos dos funcionários do Google na China, segundo a fonte.

A empresa no momento tem dezenas de postos de trabalho em aberto, nos setores de vendas, desenvolvimento de negócios e pesquisa & desenvolvimento, em Pequim, Xangai e Guangzhou, de acordo com anúncios de emprego disponíveis em seu site (here).

Não foi possível determinar de imediato se o número de vagas em aberto é maior que o normal.

A porta-voz do Google em Pequim não foi localizada para comentar o assunto.