Perda do Google seria um baque para o setor científico na China

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 16:16 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Mais de três quartos dos cientistas na China usam o site de buscas Google como uma de suas principais ferramentas de pesquisa e disseram que seu trabalho seria muito prejudicado caso a perdessem, segundo estudo divulgado nesta quarta-feira.

O futuro do Google no país é incerto desde sua briga com Pequim, mas cientistas chineses entrevistados pela revista Nature sobre o quanto dependem do Google afirmaram que o serviço é vital para descobrir trabalhos acadêmicos, informações sobre descobertas e pesquisas, e literatura acadêmica.

"Pesquisas sem Google é como viver sem eletricidade", disse um cientista chinês no estudo, que entrevistou mais de 700 cientistas para saber suas opiniões.

O Google, maior site de buscas do mundo, disse em janeiro que descobriu sofisticados ataques originados na China contra ativistas de direitos humanos que usam seu serviço de e-mail Gmail.

(Reportagem de Kate Kelland)