Apple busca catalisador para ações em reunião com acionistas

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 16:30 BRT
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO (Reuters) - O presidente-executivo da Apple Steve Jobs participará do encontro anual com acionistas nesta quinta-feira, e não faltam questões a serem feitas ao executivo sobre a companhia, que sempre tende à avareza no que se refere a informações.

As ações da Apple têm girado em torno dos 200 dólares desde outubro passado, mesmo com bons resultados registrados no último trimestre e da incrível bajulação em torno do iPad, seu mais novo aparelho, que deve ser lançado em março.

Com uma capitalização de mercado que se aproxima dos 200 bilhões de dólares nas últimas semanas, analistas afirmaram que investidores podem estar em busca de um novo catalisador para que as ações da empresa disparem, após mais que dobrarem de valor no último ano.

Acionistas querem saber quais são os planos de Jobs para o iPad, se o iPhone conseguirá manter seu forte crescimento em meio à maior concorrência, e o que a empresa fará com os 40 bilhões de dólares positivos que tem em caixa.

"É uma empresa grande e há dúvidas sobre os limites de crescimento em qualquer mercado, e quando você passa dos 220 bilhões de dólares, o que eles estão próximos de conseguir, as pessoas começam a fazer perguntas", disse o analista da Pacific Crest Securities, Andy Hargreaves.

O iPad tem gerado tantas dúvidas quanto publicidade, uma vez que ninguém sabe direito o apetite do consumidor por aparelhos móveis desse tipo, um meio-termo entre smartphones e notebooks.

"Para a maioria dos investidores, a essa altura, o iPad é uma caso de 'quero ver'", disse o analista da Oppenheimer Yair Reiner. Embora Reiner seja otimista em relação ao aparelho, ele afirmou que alguns o veem como um produto de nicho, diferentemente do iPhone, iPod ou MacBook.

Analistas estimam vendas de entre 2 e 5 milhões de unidades para o iPad em seu primeiro ano. O aparelho deve chegar às prateleiras no final de março, com um preço inicial de 499 dólares.

Ainda é incerta a quantidade de informação que a Apple divulgará na reunião com seus acionistas, que ocorrerá nesta quinta-feira na sede da empresa em Cupertino, na Califórnia. Tais eventos tendem a ser rotineiros, atraindo apenas pequenos investidores em vez de grandes acionistas.