Lucro da Telefónica cresce 2,4% em 2009 e empresa mantém metas

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 09:47 BRT
 

MADRI (Reuters) - A empresa de telefonia espanhola Telefónica atingiu, em termos gerais, as previsões do mercado para o resultado do ano, mas o resultado, anunciado nesta sexta-feira, não afastou as dúvidas sobre a viabilidade das metas, a fraqueza em algumas unidades e a chance de uma compra dispendiosa.

A Telefónica informou que seu lucro líquido cresceu 2,4 por cento no ano passado, a 7,776 milhões de euros, ligeiramente abaixo das previsões de analistas.

Em comunicado, o grupo confirmou seus compromissos de dividendos até 2012 e manteve o objetivo de alcançar neste ano um lucro de 2,1 euros por ação (1,71 euros em 2009)

As receitas --pressionadas pela queda nas tarifas, evolução adversa da taxa de câmbio, e a recessão em alguns dos seus principais mercados-- caíram 2,1 por cento, a 56,731 bilhões de euros.

O resultado operacional antes de juros e impostos caiu 1,4 por cento, a 22,603 bilhões de euros.

Analistas ouvidos pela Reuters esperavam uma queda de 2,8 por cento nas receitas e um corte de 1,8 por cento do resultado operacional antes de juros e impostos em 2009.

Para 2010, a operadora prevê um crescimento do resultado operacional consolidado antes de juros e impostos de 1 a 3 por cento.

(Reportagem de Robert Hertz)