Justiça dos EUA autoriza Microsoft a derrubar rede "bot" global

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 10:17 BRT
 

BANGALORE, Índia (Reuters) - A Microsoft recebeu autorização de um tribunal dos Estados Unidos para desativar uma rede global de computadores que é acusada pela companhia de espalhar spam e programas malignos, publicou o Wall Street Journal.

Um juiz aprovou pedido da Microsoft para desativar 277 nomes de domínio da Internet acusados pela produtora de software de estarem vinculados a uma "botnet", publicou o jornal. Uma botnet é uma rede de computadores controlados por hackers.

No processo aberto pela Microsoft, a rede botnet alvo da empresa chama-se "Waledac".

A decisão do tribunal exige que a VeriSign desligue temporariamente os endereços suspeitos, segundo o jornal.

Representantes da Microsoft não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

Em 18 de fevereiro, a empresa de segurança NetWitness divulgou em relatório que um novo tipo de vírus de computador contaminou 75 mil máquinas em 2.500 organizações ao redor do mundo, incluindo contas de usuários de populares redes sociais.