Fabricante de chips NXP tem alta de 9% nas vendas do 4o tri

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 16:14 BRT
 

Por Harro ten Wolde

AMSTERDÃ (Reuters) - A fabricante holandesa de chips NXP antecipa vendas estáveis ou ligeiramente mais altas para o primeiro trimestre, depois do avanço registrado nos últimos meses.

A empresa, criada por cisão da Philips Electronics, em 2006, com uma aquisição alavancada, registrou alta de nove por cento em suas vendas do terceiro para o quarto trimestre, para 1,2 bilhão de dólares.

O presidente-executivo da NXP, Rick Clemmer, disse à Reuters acreditar que a tendência de alta da receita se manterá.

"No mercado de semicondutores, os fundamentos para um ano positivo existem, mas não temos clareza completa quanto ao segundo semestre e é difícil determinar se as coisas continuarão a melhorar gradualmente em base sequencial ou se haverá uma desaceleração", disse.

A NXP antecipa que as vendas do primeiro trimestre fiquem estáveis ou subam ligeiramente. "Mas isso está mais limitado por restrições de capacidade do que por qualquer outro fator no período", disse Clemmer.

"Vemos claramente uma forte demanda da parte de nossos clientes, e vemos o setor de semicondutores como um todo enfrentando problemas para expandir a produção o bastante para atender a seus compromissos para com os clientes", disse.

Clemmer disse que a NXP prevê expansão de vendas entre 15 e 19 cento em 2010, mesmo que o crescimento do setor se atenue em relação ao nível atingido no quarto trimestre de 2009.

"Mesmo que o setor de semicondutores não venha a crescer mais do que no quarto trimestre, o ano ainda deve ser relativamente bom em termos de crescimento anualizado", disse.

A NXP foi adquirida em 2006 por um consórcio de capital fechado liderado pela KKR, mas a Philips ainda detém 20 por cento das ações do grupo.

A aquisição de 2006 foi bancada primordialmente por uma emissão de títulos em múltiplas moedas de valor em torno de 5,7 bilhões de dólares, ou 4,5 bilhões de euros, e por uma linha rotativa de crédito de 500 milhões de euros.