Órgão de privacidade da UE quer mudanças no Google Street View

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 16:26 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Autoridades de proteção de dados da União Europeia pressionam a gigante norte-americana de Internet Google para que o site reduza o período de armazenamento de imagens de seu controverso serviço Street View devido a preocupações com privacidade.

Lançado em São Francisco em 2007, o Street View dá ao usuário a possibilidade de navegar com uma visão de 360 graus de ruas, prédios, trânsito e pessoas, usando fotos tiradas da cidade pelos veículos-câmera do Google.

O Goole é criticado pelo serviço, que hoje está disponível em muitos países, por publicar imagens delicadas sem proteger a privacidade de indivíduos com borrões e por permitir que suas câmeras tirem fotos de propriedades privadas por cima de grades, cercas e muros.

O Google, que atualmente guarda as fotos por um ano, deve reduzir esse tempo pela metade, exigem autoridades de privacidade em carta enviada ao conselheiro global da empresa, Peter Fleischer.

(Reportagem de Foo Yun Chee)