União Europeia quer mudanças no Google Street View

segunda-feira, 1 de março de 2010 15:08 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Autoridades europeias que atuam sobre proteção de informações pediram para o Google encurtar o período que mantém armazenadas imagens usadas pelo controverso serviços Street View, citando preocupações sobre privacidade.

Lançado em San Francisco em 2007, o Street View permite que os usuários percorram ruas de cidades em uma visão de 360 graus, visualizando prédios, tráfego e pessoas a partir de fotos tiradas por veículos do Google.

Disponível agora em muitos países, inclusive no Brasil, críticos acusam o Google de falhar em ocultar imagens sensíveis e de ajustar suas câmeras de maneira que permite produzir imagens que invadem propriedade privada.

O Google, que atualmente mantém as imagens por um ano, deveria reduzir esse tempo pela metade, afirmam autoridades que lidam com questões de privacidade e, carta enviada ao representante legal global da companhia, Peter Fleischer.

A comissária europeia de Justiça, Viviane Reding, afirmou que vai monitorar de perto as questões de proteção de dados.

"Na Europa, temos altos padrões de proteção de dados. Eu espero que todas as companhias cumpram as regras do jogo", afirmou ela em comunicado.