UE sofre pressão para facilitar concorrência de navegadores

quinta-feira, 4 de março de 2010 19:43 BRT
 

Por Tarmo Virki

HELSINQUE (Reuters) - Fabricantes de seis navegadores de Internet pediram à União Europeia para que pressione a Microsoft a dar a elas mais visibilidade em seu site de escolha de browsers.

A Microsoft prometeu em dezembro que facilitará o acesso à navegadores de concorrentes em seu sistema operacional Windows, pondo fim a uma longa disputa com reguladores europeus.

Em março e abril, a Microsoft irá permitir que usuários europeus de quase 200 milhões de computadores, tanto novos quanto velhos, escolham um de 12 browsers.

À primeira vista, a página da Microsoft (www.browserchoice.eu) parece apresentar apenas quatro escolhas de navegador: seu próprio Internet Explorer, o Firefox da Mozilla, o Safari da Apple e o Chrome do Google. Não é tão óbvio que é preciso rolar a tela para a direita para ver as outras opções disponíveis.

As fabricantes desses navegadores --Avant Browser, Flock, Green Browser, Maxthon, Slim Browser e Sleipnir-- enviaram uma petição nesta quinta-feira pressionando a Comissão Europeia a corrigir a situação.

"Pedimos apenas que seja acrescentado um texto ou elemento de design que indique ao usuário médio que há outras escolhas à direita da tela visível", disseram as empresas na petição.

Já a Microsoft afirma que a tela está de acordo com as exigências da Comissão Europeia.