Serviço OnLive promete games nas nuvens

quinta-feira, 11 de março de 2010 10:38 BRT
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO, 11 de março (Reuters) - A OnLive se prepara para lançar um serviço de videogame "em nuvem" em junho quem vem atraindo atenção de especialistas do mercado em meio à expectativa de que o produto se torne um desafio aos consoles domésticos.

A OnLive será apresentada a usuários de PC e Mac nos Estados Unidos em 17 de junho, cobrando 14,95 dólares por mês por acesso instantâneo a games de desenvolvedores como Electronic Arts, Ubisoft Entertainment e THQ.

Os usuários pagarão para alugar ou comprar títulos pela OnLive, mas os preços dos games não foram anunciados. Um videogame vendido em caixa geralmente custa cerca de 60 dólares.

O presidente-executivo da OnLive, Steve Perlman, disse que o serviço será um "divisor de águas" para a indústria de games e particularmente para os fabricantes de console Nintendo, Microsoft e Sony.

Ele disse que a OnLive ajudará os desenvolvedores a combaterem a pirataria, reduzindo vendas de jogos usados e melhorando as margens, que são menores em títulos empacotados do que em games distribuídos digitalmente.

A OnLive disponibilizará os games a partir da chamada estrutura de "nuvem", o que significa que os títulos são armazenados em servidores remotos em vez de localmente em PCs e consoles. O serviço promete acesso a games que podem ser jogados em praticamente qualquer computador pessoal ou televisão.

A OnLive esteve em discreto desenvolvimento por sete anos e foi formalmente apresentada há um ano. Apesar de algumas questões em aberto, como a qualidade do funcionamento da tecnologia como se promete, se assim for, analistas dizem que o serviço pode de fato se mostrar um desafio aos fabricantes de consoles.

Perlman preferiu não afirmar quando o serviço pode ser lançado em outros mercados fora dos Estados Unidos. Ele é bem conhecido no Vale do Silício, tendo ajudado a lançar a WebTV, comprada pela Microsoft em 1997.

Entre os parceiros financeiros da OnLive estão AT&T, Warner Bros e Autodesk.