Siemens vai cortar empregos em divisão de TI, dizem fontes

quarta-feira, 17 de março de 2010 15:05 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - O grupo alemão Siemens cortará pelo menos 1.000 empregos da divisão de tecnologia da informação SIS como parte de um processo de reestruturação anterior à sua separação do grupo, afirmaram duas fontes da empresa nesta quarta-feira.

Uma das fontes afirmou que os cortes de trabalhadores estão na casa dos quatro dígitos. O jornal Handelsblatt tinha publicado que a Siemens fecharia 1.000 vagas como parte de uma possível venda da unidade.

A Siemens apresentará os detalhes da reestruturação a representantes dos trabalhadores na quinta-feira, disse outra fonte.

O vice-presidente financeiro da Siemens, Joe Kaeser, informou em janeiro que iria separar a SIS do grupo e não excluiu a possibilidade de venda ou de uma oferta de ações da unidade.

A SIS tem cerca de 35 mil funcionários, incluindo quase 10 mil na Alemanha e 12.500 em outras partes da Europa, principalmente na Inglaterra, Itália e Eslováquia.

(Por Marilyn Gerlach e Jens Hack)