EUA freiam planos de cerca "virtual" na fronteira com México

quarta-feira, 17 de março de 2010 19:47 BRT
 

Por Tim Gaynor

PHOENIX (Reuters) - O governo norte-americano está retirando um investimento de 50 milhões de dólares de um problemático projeto de "cerca virtual" de segurança para partes da fronteira com o México e está congelando investimentos adicionais no projeto, que espera avaliação, afirmaram autoridades dos Estados Unidos na terça-feira.

A secretária de Segurança Nacional dos EUA, Janet Napolitano, disse que o investimento de 50 milhões de dólares feito sob o Recovery Act seria retirado do mal-sucedido programa SBInet, que busca misturar câmeras, radares, sensores e outras tecnologias em um sistema de alta tecnologia para detectar contrabandistas.

Napolitano afirmou que o projeto, que começou em 2006 e estava sendo desenvolvido pela Boeing, tem sofrido com problemas técnicos, atrasos e muitos gastos.

"A partir de agora, o Departamento de Segurança Nacional irá realocar 50 milhões de dólares de financiamento do Recovery Act, originalmente dirigidos ao SBInet, para outras tecnologias de segurança testadas e comercialmente disponíveis", disse a secretária.

O programa SBInet foca na segurança em áreas entre postos de entrada na fronteira mexicana. O objetivo do programa é integrar tecnologias novas com as já existentes para ajudar a polícia federal a detectar e responder a invasões na fronteira.