Grupos rebeldes da Somália se unem na Internet, diz ONU

sexta-feira, 19 de março de 2010 18:53 BRT
 

Por Frank Nyakairu

NAIRÓBI (Reuters) - Grupos rebeldes armados na Somália estão usando a Internet para arrecadação e recrutamento, e eles conseguem ter melhores resultados pela Web do que no mundo real, segundo um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU).

O relatório do Grupo de Monitoramento da ONU para a Somália também destacou como os rebeldes usam a Internet para divulgar informações sobre como fazer bombas e normas religiosas.

O documento citou um evento de arrecadação de três dias, ocorrido em maio de 2009 e um fórum online de março de 2009 que contaram com a presença de membros de alto escalão de dois principais grupos rebeldes, al Shabaab e Hizbul Islam, que lutam contra o governo do presidente Sharif Ahmed, que por sua vez conta com apoio do Ocidente.

"Al Shabaab e Hizbul Islam conduziram, com frequência, fóruns em conjunto, conseguindo alcançar um grau ainda maior de cooperação na Internet do que no mundo real", diz o relatório.

Al Shabaab lançou na Internet durante duas semanas um chamado para receber doações para seus combatentes em agosto de 2009, que atraiu milhares de participantes da diáspora somali, além de outros líderes de grupos rebeldes regionais, segundo o relatório.

Os participantes do fórum doaram mais de 40 mil dólares durante o evento, em que líderes discursavam sobre as dificuldades enfrentadas por combatentes e suas famílias.

"A Internet continua tendo um papel importante na propaganda, no recrutamento e na arrecadação de grupos armados somalis", afirmou o grupo de monitoramento.