Oi anuncia nova relação de troca com BrT e ações recuam

quinta-feira, 25 de março de 2010 11:10 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo de telecomunicações Oi retomou o processo de troca de ações com a Brasil Telecom suspenso no início do ano, anunciando nova relação de troca a acionistas minoritários da BrT.

Os acionistas minoritários da BrT receberão menos ações da Oi do que o estimado originalmente devido ao aumento de provisões por processos judiciais contra a BrT.

A nova relação prevê troca de 0,2191 ação preferencial classe C da Telemar por cada papel preferencial da BrT operadora, contra cálculo anterior de 0,2531.

No caso de ações ordinárias, a relação sugerida agora é de 0,3955 ação com direito a voto da Telemar Norte Leste por cada ação da mesma classe da BrT operadora. Essa relação antes era de 0,4137.

Em janeiro, a Oi --que anunciou a compra da BrT em abril de 2008-- informou ao mercado que auditoria realizada pela BDO Trevisan indicou que as perdas possíveis em litígios contra a BrT poderiam ser o dobro do que havia sido provisionado.

À época, Oi e BrT concordaram em rever a relação de substituição de troca de ações no âmbito da reestruturação societária do grupo, depois que as provisões fossem contabilizadas no resultado da BrT referente ao quarto trimestre de 2009.

As ações da BrT na Bovespa reagiam em forte queda ao anúncio das novas relações de troca. As preferenciais caíam 6,92 por cento, a 11,43 reais, enquanto as ordinárias recuavam 9,32 por cento, para 17,90 reais, às 11h06.

As ações ordinárias da Telemar Norte Leste operavam estáveis, a 58,40 reais. O Ibovespa subia 0,5 por cento no mesmo horário.

Segundo comunicado da Oi nesta quinta-feira, a assembleia de acionistas da BrT para aprovar as novas relações de troca deverá ser convocada em até 30 dias.   Continuação...