Liderança dos EUA em nanotecnologia está caindo, diz estudo

sexta-feira, 26 de março de 2010 10:54 BRT
 

CHICAGO, Estados Unidos (Reuters) - Os Estados Unidos precisam urgente investir mais em nanotecnologia se quiserem se manter na liderança mundial do novo campo científico, afirma um levantamento entregue ao presidente norte-americano, Barack Obama.

Entre 2003 e 2008, os investimentos públicos e privados dos EUA em nanotecnologia cresceram 18 por cento por ano contra expansão anual de 27 por cento do mundo, afirma o estudo do grupo de conselheiros de ciência e tecnologia do presidente.

A nanotecnologia é a ciência que manipula materiais em uma escala milhares de vezes menor que a espessura de um fio de cabelo. Ela tem sido considerada como maneira para se produzir materiais mais fortes e leves, cosméticos mais eficientes e mesmo alimentos mais saborosos.

Os EUA são um líder global no campo. Em 2008, o país investiu 5,7 bilhões de dólares em pesquisa e desenvolvimento de nanotecnologia, mais do que qualquer outro país, segundo relatório elaborado pelo grupo de 21 conselheiros.

"Apesar de sermos líderes, a competição econômica de outros países aumento de forma dramática", afirmou Maxine Savitz, que presidiu o grupo de trabalho.