Teste de aceitação do iPad começa em lojas dos EUA no sábado

segunda-feira, 29 de março de 2010 13:52 BRT
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO, Estados Unidos, 29 de março (Reuters) - Depois de meses de rumores, especulações e sigilo, a Apple vai submeter neste sábado seu computador tablet iPad ao teste que realmente importa: o do público comprador.

A expectativa é de disparada inicial nas vendas do iPad assim que o produto chegar às lojas dos Estados Unidos. Com a ajuda de dezenas de fãs da Apple, filas devem se formar nas lojas do país antes das 9h, numa corrida para ver quem é o primeiro a brincar com o novo aparelho, cujo modelo mais barato custa 499 dólares.

Apesar das pessoas que encomendaram o iPad com antecedência estejam autorizados a retirá-los a partir de 3 de abril, aqueles que fizeram suas encomendas online mais recentemente foram informados de que os aparelhos não serão embarcados antes de 12 de abril.

Mas desconsiderado o entusiasmo de lançamento, o que fica menos claro é se o iPad conseguirá atrair o público convencional, para além dos fanáticos pela marca, depois dos primeiros meses de excitação após o lançamento e ao longo do ano que vem. Isso definiria uma nova categoria de aparelhos que completam a lacuna entre o celular inteligente e os notebooks.

As ações da Apple registraram alta recorde com o acréscimo do iPad às estimativas de lucros dos analistas e em meio a informações de pré-encomendas saudáveis. Mas as previsões de vendas do aparelho em seu primeiro ano variam amplamente --entre 2 milhões e 5 milhões de unidades, e refletem a dificuldade em prever as dimensões de um mercado ainda não testado.

Sempre bem provida de ambição, a Apple está oferecendo o iPad como um novo aparelho de mídia que combina a mobilidade e simplicidade de um celular inteligente à velocidade e tamanho de tela de um laptop.

"É uma aposta de alto risco e alta recompensa, porque, dada o portfólio relativamente estreito de produtos da Apple, caso um equipamento lançado fracasse, a empresa sai prejudicada", disse Van Baker, analista da Gartner, que antecipa que o iPad será sucesso.

O iPad se assemelha a um iPhone de maior porte, com tela sensível a toques de 9,7 polegadas, e pode operar com a maioria dos mais de 100 mil aplicativos que tornaram o iPhone tão popular.   Continuação...