Ericsson permanece firme quanto à parceria com Sony--jornal

quinta-feira, 1 de abril de 2010 10:16 BRT
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A Ericsson manterá sua participação de 50 por cento na problemática fabricante de celulares Sony Ericsson por pelo menos mais três anos, declarou seu presidente-executivo nesta quinta-feira.

Em resposta a perguntas do jornal econômico sueco Dagens Industri, Hans Vestberg disse que a Ericsson estava satisfeita com a cooperação da parceria na joint venture com a Sony.

Perguntado se a Ericsson manteria seus 50 por cento na Sony Ericsson, a quarta maior fabricante mundial de celulares por vendas, Vestberg respondeu que "sim."

A parceria com a maior produtora mundial de bens eletrônicos de consumo oferece benefícios adicionais, segundo Vestberg.

A Sony Ericsson reportou seu sétimo trimestre consecutivo de prejuízo em janeiro, devido à crise mundial e ao que alguns analistas veem como carteira fraca de produtos.

A Ericsson espera que sua divisão de celulares saia do vermelho no final de 2010, com a chegada de novos modelos às lojas e a recuperação no mercado de celulares.

"A Sony Ericsson sairá do período difícil e voltará a lucrar," disse Vestberg.