Sharp lançará telas 3D para aparelhos portáteis

domingo, 4 de abril de 2010 12:42 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A Sharp disse ter planos de começar a fabricar neste ano telas 3D para celulares e outros dispositivos móveis, sem necessidade de uso de óculos especiais, apostando que a demanda por imagens em terceira dimensão crescerá para além das salas de cinema.

A demanda por telas de tamanho menor é importante para os fornecedores japoneses de painéis de LCD depois que eles sofreram com a queda nos pedidos para eletrônicos portáteis, resultado de uma forte baixa nas vendas no mercado doméstico.

A Sharp lançou celulares e computadores equipados com telas que permitiam aos usuários verem imagens em 3D sem o uso de óculos no início da década.

Mas eles acabaram sem a aceitação de público por conta de fatores como tamanho, falta de brilho e conteúdo 3D.

Desde então a Sharp tem desenvolvido telas 3D mais brilhantes e mais finas com maior resolução e sensíveis ao toque.

"Na era 2D, o conteúdo e a infraestrutura saíram dos cinemas para a casa das pessoas, e a das casas para os aparelhos móveis", disse o gerente-executivo da Sharp Yoshisuke Hasegawa em conferência na sexta-feira.

"Acreditamos que o mesmo acontecerá com o 3D. Imagens tri-dimensionais que mal chegaram à tela grande agora estão prestes a chegar aos portáteis".

Hasegawa, chefe da unidade de LCD da Sharp, não revelou meta de vendas para as novas telas 3D.

Hasegawa disse também que a empresa recebeu recentemente pedidos do novo produto de fabricantes de celulares e outros potenciais cliente, mas preferiu não dizer se a Nintendo está entre eles.

(Reportagem de Kiyoshi Takenaka)