April 8, 2010 / 1:42 PM / in 7 years

Videogames são levados a sério pelo iPad da Apple

3 Min, DE LEITURA

<p>Cliente manuseia o iPad em San Francisco. O iPad,computador tablet Apple, nem completou uma semana de vendas, mas j&aacute; existem 830 videogames desenvolvidos para aproveitar sua tela de toque grande, de alta defini&ccedil;&atilde;o e com &aacute;reas m&uacute;ltiplas de acionamento.Robert Galbraith</p>

Por John Gaudiosi

RALEIGH, Carolina do Norte (Reuters) - O iPad,computador tablet Apple, nem completou uma semana de vendas, mas já existem 830 videogames desenvolvidos para aproveitar sua tela de toque grande, de alta definição e com áreas múltiplas de acionamento.

O número não inclui os cerca de 25 mil jogos para o iPod Touch e iPhone que podem ser executados no mais recente aparelho da Apple, uma combinação entre celular inteligente e laptop mas que também visa claramente atender o número crescente de adeptos dos videogames.

"O iPad é o quarto passo na revolução dos jogos," disse Gonzague de Vallois, vice-presidente sênior de distribuição da Gameloft.

"O primeiro foi o microcomputador, o segundo, o console de videogame e o terceiro, o celular inteligente. Cada uma dessas plataformas revolucionou os jogos, à sua maneira."

A Apple já vendeu mais de 500 mil iPads, e Katy Huberty, analista do Morgan Stanley, estima que a empresa embarcará entre 8 milhões e 10 milhões de unidades do aparelho este ano.

"O iPad conseguiria vender cinco milhões de unidades em seu primeiro ano sem jogos e aplicativos? Provavelmente", disse Kevin Wood, vice-presidente e analista sênior do mercado de tecnologia no grupo de pesquisa Infogroup/ORC.

"No entanto, a capacidade da Apple para redefinir esse espaço no mundo da computação dependerá de sua habilidade para manter o entusiasmo sustentado pelo produto. Os aplicativos e jogos redefiniram os celulares inteligentes e o seu uso, e suspeitamos que a situação será semelhante no caso do iPad," afirmou.

Peter Farago, vice-presidente de marketing do grupo de pesquisa Flurry, disse que pouco mais de um terço dos aplicativos atualmente disponíveis para o iPad na iTunes.com são jogos, e que em segundo lugar vêm os aplicativos de entretenimento, com distantes 14 por cento.

Ele acredita que a participação de videogames cresça conforme o número de aparelhos vendidos aumente, atraindo mais produtoras de jogos.

"Creio que as pessoas adorarão o iPad quando puderem interagir com ele," disse Neil Young, fundador e presidente-executivo da ngmoco, a maior produtora de jogos para iPhone/iPod Touch/iPad.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below