Activision processa ex-executivos responsáveis por Call of Duty

sexta-feira, 9 de abril de 2010 19:16 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A produtora de videogames Activision Blizzard abriu uma ação contra dois antigos executivos, acusando-os de tentar prejudicar os ativos da companhia e de terem ameaçado o futuro da série de jogos 'Call of Duty'.

A Activision demitiu os diretores do estúdio Infinity Ward Jason West e Vincent Zampella no mês passado. Os dois executivos logo entraram com uma ação contra a empresa, buscando 36 milhões de dólares em royalties e danos.

O Infinity Ward, que foi comprado pela Activision em 2003, desenvolveu o primeiro 'Call of Duty' e muitos outros da série que é hoje sucesso de vendas.

No processo aberto pela Activision na quinta-feira, no Tribunal Superior da Califórnia, em Los Angeles, a empresa afirma que demitiu os executivos por terem violado seus contratos e responsabilidades fiduciárias com as companhia.

Segundo a ação, West e Zampella eram insubordinados e atuavam para interesse próprio, tendo negociado com concorrentes enquanto ainda estavam sob contrato, e teriam tentado impedir a Activision de conceder bônus aos funcionários da Infinity Ward para facilitar que estes fossem "roubados" quando os dois fundassem sua própria empresa.

A Activision também acusou West e Zampella de terem mantido versões do jogo 'Call of Duty' "reféns" para conseguir suas demandas.

O advogado de defesa dos dois executivos, Robert Schwartz, não quis comentar o assunto, mas disse que pode ter algo a falar mais tarde.

O sexto jogo da série, 'Call of Duty: Modern Warfare 2', foi lançado no final do ano passado e vendeu quase 12 milhões de unidades nos Estados Unidos, Japão e Grã-Bretanha, ainda em 2009. O videogame estabeleceu o recorde de mais vendido no dia de lançamento, com 4,7 milhões de cópias e estimados 310 milhões de dólares.

Após a demissão dos dois executivos, a Activision criou uma nova unidade para a série 'Call of Duty'. Um novo jogo será lançado no segundo semestre deste ano.

(Reportagem de Gabriel Madway)