PayPal: aquisição da CyberSource pela Visa não é ameaça séria

sexta-feira, 23 de abril de 2010 14:27 BRT
 

Por Maria Aspan e Phil Wahba

NOVA YORK (Reuters) - O PayPal, serviço de pagamentos online do eBay, conseguirá manter sua participação no crescente mercado norte-americano de transações de comércio eletrônico apesar dos esforços da Visa para concorrer com ele, disse o presidente da companhia.

A Visa fechou acordo na quarta-feira para pagar 2 bilhões de dólares, ou ágio de quase 34 por cento, pela aquisição da CyberSource, uma companhia que ajuda sites de varejo a aceitar pagamentos online. A maior companhia mundial de processamento de cartões de débito e crédito disse que a aquisição a ajudaria a concorrer com o PayPal no comércio eletrônico.

Scott Thompson, presidente do PayPal, disse em entrevista à Reuters que não seria do interesse da Visa ou da CyberSource tentar tirar sua empresa do mercado.

"A fim de oferecer um serviço combinado viável ao comerciante que você está apoiando, é necessário oferecer todas as opções de pagamento," disse Thompson sobre a CyberSource.

A concorrência no setor é complicada pelos relacionamentos confusos entre as companhias de processamento. A CyberSource conecta os comerciantes a diversos métodos de pagamento online, entre eles, Visa e PayPal.

As pessoas que fazem compras online nesses sites de varejo podem optar entre pagar por meio de Visa, PayPal ou outras companhias de processamento, como a MasterCard.

Thompson afirma que a Visa depende do PayPal para muitos negócios. "Nós certamente propiciamos a eles um volume tremendo de transações eletrônicas adicionais que de outra forma não os beneficiariam," disse.

O executivo afirmou que não espera mudanças nas parcerias entre o PayPal e o CyberSource ou a Visa, ainda que tenha reconhecido que o anúncio da aquisição o apanhou de surpresa.

A Visa processa cerca de 45 por cento das transações de comércio eletrônico norte-americanas, enquanto o PayPal processou 16,5 por cento em 2009, volume suficiente para preocupar a Visa, cujo espaço para crescer nos cartões convencionais de crédito e débito é limitado.

Joseph Sanders, presidente-executivo e do conselho da Visa, disse em entrevista coletiva na quarta-feira que a aquisição da CyberSource é "de certa forma uma reação ao PayPal."