Microsoft vai investir em empresas de negros na África do Sul

sexta-feira, 23 de abril de 2010 18:02 BRT
 

Por Gugulakhe Lourie

JOHANESBURGO (Reuters) - A Microsoft South Africa, unidade sul-africana da maior fabricante de softwares do mundo, irá investir 63,15 milhões de dólares em empresas de desenvolvimento de software de empreendedores negros para se adequar às regras econômicas de ação afirmativa do país.

A empresa afirmou nesta sexta-feira que irá usar o dinheiro ao longo dos próximos sete anos para oferecer assistência a negros donos de pequenos negócios de software e ajudar suas empresas a expandirem na África, China e Índia.

As empresas devem cumprir com as cotas para negros em seu controle, quadro de funcionários e desenvolvimento corporativo como parte de uma medida do governo para transferir o controle da economia de brancos à uma maioria negra.

Uma série de empresas, tanto locais como globais, já venderam partes de suas unidades no país para investidores negros para se adequar às regras. Mas a Microsoft escolheu investir em empresas locais para cumprir com as medidas.

"Decidimos fazer algo que realmente beneficiará o país e essas pequenas empresas, que hoje são desconhecidas mas amanhã serão empresas globais", disse o diretor da Microsoft South Africa, Mteto Nyathi, em entrevista à Reuters.