Google perde Verizon e muda planos para smartphone Nexus One

terça-feira, 27 de abril de 2010 09:45 BRT
 

Por Alexei Oreskovic

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Google anunciou que não planeja mais oferecer uma versão de seu celular inteligente Nexus One para a rede da Verizon Wireless, e alterou seus planos de distribuição no Reino Unido, enfatizando os desafios que a empresa de buscas na Internet precisa enfrentar ao se expandir para o mercado de telefonia móvel.

A decisão representa um revés para o Google em seus planos para conquistar espaço no setor de comunicação móvel e, consequentemente, redefinir as práticas do setor, disseram analistas. A decisão surgiu quatro meses depois que a companhia apresentou o Nexus One, com grande alarde.

Analistas afirmaram que as mudanças teriam pouco impacto financeiro em curto prazo para o Google, já que as vendas do Nexus One não afetam os resultados do maior serviço mundial de buscas, que no ano passado derivou da publicidade 97 por cento de sua receita de 23,7 bilhões em dólares.

Mas alguns analistas dizem que o fato de o celular não ser oferecido pela Verizon Wireless, a maior rede de telefonia móvel dos Estados Unidos, poderia significar que existem tensões entre o Google e empresas estabelecidas do setor de telefonia móvel.

O Google "além de tudo fez inimigos" ao se expandir para o setor de celulares inteligentes, disse Sameet Sinha, analista da JMP Securities.

Google e Verizon Wireless afirmaram que o relacionamento entre ambas continua forte.

O Nexus One, celular com tela sensível a toque e acionado pelo sistema operacional Google Android, foi desenvolvido em parceria com a fabricante de celulares HTC e é o primeiro bem de consumo eletrônico que o Google vendeu diretamente ao público. O aparelho surgiu em um momento de intensificação da concorrência entre Google e Apple, fabricante do iPhone.

Ao vender um celular próprio, o Google parecia estar se posicionando para concorrer com os fabricantes estabelecidos de celulares e operadoras de telefonia móvel que havia procurado inicialmente como parceiros para vender aparelhos equipados com seu software Android.

O Nexus One foi lançado pouco depois que Verizon e Motorola iniciaram uma grande campanha de marketing para o Motorola Droid, um celular equipado com o Android.