Resultados da América Móvil ficam abaixo das expectativas

quinta-feira, 29 de abril de 2010 19:25 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A América Móvil, maior operadora de telefonia móvel da América Latina, informou um crescimento de 2 por cento em seu lucro líquido no primeiro trimestre nesta quinta-feira, mas o resultado ainda ficou abaixo do esperado por analistas.

A empresa, controlada pelo bilionário Carlos Slim, registrou um lucro de 16,874 bilhões de pesos (1,4 bilhão de dólares) no período entre janeiro e março.

Analistas consultados pela Reuters esperavam, em média, um lucro líquido de 20,1 bilhões de pesos para o período.

Já sua receita trimestral cresceu 9,8 por cento em relação ao primeiro trimestre de 2009, para 98,7 bilhões de pesos, segundo informou a América Móvil em comunicado. O resultado também ficou levemente abaixo dos 104 bilhões previstos por analistas.

O Ebitda da companhia teve alta de 12,4 por cento, para 42,3 bilhões de pesos em comparação com um ano antes.

A América Móvil, que também controla a brasileira Claro, segunda maior operadora do país, acrescentou 5,5 milhões de novos assinantes no primeiro trimestre, acima dos 4 milhões esperados por analistas.

Em reação ao acirramento da concorrência na região, Slim revelou em janeiro um plano para transferir o controle de suas companhias de telefonia fixa no México, Telmex, e na América Latina, Telmex Internacional, para a América Móvil, além de cancelar na bolsa o registro de companhia aberta da Telmex Internacional.

A América Móvil ainda não iniciou o processo de ofertas do plano de Slim.

(Reportagem de Noel Randewich)