Cresce interesse por tablet na HP após compra da Palm

sexta-feira, 30 de abril de 2010 21:13 BRT
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO (Reuters) - A HP espera que sua aquisição da Palm por 1,2 bilhão de dólares lhe dará não apenas uma base no crescente mercado de smartphones, mas também uma plataforma para outros aparelhos móveis, incluindo o tablet.

A HP já deixou claro que planeja ir além de smartphones com a Palm, empresa que foi pioneira na produção de aparelhos móveis.

O chefe da unidade de PCs da HP, Todd Bradley, afirmou nesta quarta-feira que o sistema operacional webOS, da Palm, dá à empresa uma plataforma única para "aparelhos conectados", incluindo tablets, o que a HP chama de "slates".

O badalado lançamento do iPad pela Apple criou um padrão para a categoria de tablets, mesmo com concorrentes preparando suas próprias versões do computador portátil.

A expectativa é de que Dell, Toshiba e muitas outras lancem seus tablets ainda neste ano. O mercado de tablets deve crescer para até 50 milhões de unidades em 2014, segundo pesquisa da In-Stat.

A própria HP trabalha com a ideia há um bom tempo, muito antes de pensar em comprar a Palm. O vice-presidente de tecnologia da divisão de PCs da empresa, Phil McKinney, disse no começo do ano que a HP começou explorando o setor de e-readers antes de mudar o foco para aparelhos de multimídia completos.

O primeiro 'slate' da HP surgiu em janeiro. O aparelho conta com uma tela touchscreen de cerca de 10 polegadas e opera com base no Windows, da Microsoft. A HP já vinha divulgando vídeos de seu tablet há vários meses, embora nunca anunciou oficialmente uma data de lançamento.