Nova família de chips da AMD estará em 109 modelos de notebooks

sexta-feira, 7 de maio de 2010 09:46 BRT
 

Por Ian Sherr

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - A Advanced Micro Devices pode conquistar alguns de seus maiores avanços no mercado de laptops, que atravessa rápido crescimento, graças a uma nova geração de chips de alta eficiência energética que será revelada na semana que vem.

Pessoas que conhecem o assunto e trabalham para a AMD afirmaram que os mais recentes microprocessadores da empresa devem ser oferecidos em 109 modelos de laptops de grandes fabricantes nos próximos meses, o que representa o melhor desempenho pela empresa na crucial temporada da volta às aulas. No ano passado, chips da AMD estavam disponíveis em 40 modelos de computadores portáteis.

"Essa é a primeira vez que vemos tanta atenção aos nossos notebooks", disse a fonte, em menção aos chips da empresa para laptops.

E embora ainda não tenham surgido mudanças em termos de participação de mercado, "normalmente um número maior de modelos dita maiores vendas", disse a fonte, acrescentando que as ofertas equipadas com chips da empresa vêm crescendo firmemente em todos os grandes fabricantes de computadores.

A AMD, segunda coloca no mercado dominado pela Intel, vem enfrentando dificuldades para ganhar mercado no segmento de laptops, que nos últimos anos vem apresentando crescimento mais rápido que o dos computadores de mesa.

As ações da AMD vêm apresentando desempenho inferior às da Intel desde o começo do ano, com queda de 14,57 por cento, ante alta de 5,44 por cento para a rival.

No entanto, no fechamento do pregão da quinta-feira elas estavam cotadas a 8,27 dólares, mais que o dobro de sua marca mais baixa do último ano, 3,22 dólares, na bolsa de Nova York.

Os primeiros sinais indicam que a nova linha de chips a ser revelada na semana que vem está obtendo respostas positivas dos maiores fabricantes de computadores, devido aos esforços da AMD para simplificar suas múltiplas ofertas sob a nova marca "Vision", bem como devido a uma duração de bateria e desempenho superiores em toda a linha, de acordo com uma das fontes.

No primeiro trimestre de 2010, segundo a IDC, a AMD respondeu por 12,1 por cento dos chips vendidos mundialmente, ante 87,8 por cento da Intel.