EUA não veem indicações de ciberataque em queda de bolsas

domingo, 9 de maio de 2010 10:56 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Um representante da área de contraterrorismo do governo dos Estados Unidos afirmou neste domingo que não há evidência de que a misteriosa forte queda ocorrida nas bolsas de valores do país na última quinta-feira tenha sido provocada por um ciberataque.

Perguntando durante um programa da emissora Fox News se um ataque eletrônico estava por trás da queda de quase 1.000 pontos no índice acionário Dow Jones, John Brennan, principal assessor do presidente norte-americano, Barack Obama, para contraterrorismo, afirmou: "Não há indicação de que isso tenha sido causa."