Encontros cara a cara trazem mais felicidade que contato online

terça-feira, 11 de maio de 2010 11:52 BRT
 

CINGAPURA, 11 de maio (Reuters) - Nada nos faz mais felizes do que as nossas famílias e entes queridos, segundo mostrou um estudo, com a convivência cara a cara sendo preferida em vez dos contatos online.

O Barômetro da Felicidade, realizado em 16 países, foi baseado no índice Coca-Cola Happiness, que entrevistou entre 500 a 1.000 pessoas por país.

Cerca de 40 por cento dos entrevistados disseram que voltar a ver seus entes queridos depois do trabalho é o momento mais feliz do dia, enquanto que mais de 20 por cento disseram que esse momento era a refeição com suas famílias.

Em contrapartida, apenas 5 por cento disseram que são mais felizes quando entram em contato com amigos online, e ainda menos -- 2 por cento -- disseram que a primeira mensagem de texto do dia é motivo de alegria.

As famílias e os parceiros são, de longe, a maior fonte de felicidade para quase 80 por cento dos entrevistados, com os amigos chegando próximo a 15 por cento.

"Apesar de nossa cultura da celebridade, a fama não é suficiente para ser uma das principais fontes de felicidade. Em vez disso, a verdadeira felicidade depende da nossa ligação com as pessoas, especialmente através do amor e da bondade", afirma o levantamento.

Abraços e comida também fazem muita gente feliz, especialmente na Grã-Bretanha e Rússia, onde quase 30 por cento das pessoas disseram que é provável encontrar conforto em um abraço ou procurá-lo em algum alimento.

Os países estudados incluem Brasil e França, Itália, Espanha, Grã-Bretanha, Bélgica, Bulgária, Roménia, Turquia, Rússia, África do Sul, China, Filipinas, Argentina, México e Estados Unidos.