May 12, 2010 / 2:09 PM / 7 years ago

Microsoft lança novo Office em combate online com Google

3 Min, DE LEITURA

Por Bill Rigby

NOVA YORK (Reuters) - A Microsoft lançou uma versão atualizada do Office nesta quarta-feira, com o objetivo de manter seu domínio sobre o lucrativo mercado de aplicativos empresariais e responder ao desafio das alternativas online gratuitas oferecidas por empresas como o Google.

A maior produtora mundial de software atualizou e lançou versões online dos programas Word, Excel, Outlook e PowerPoint para atender à nova classe de usuários móveis e conectados à Web que emergiu depois da atualização anterior desses aplicativos, em 2006.

A Microsoft anunciou diversas melhoras nesta quarta-feira, entre as quais edição de fotos no Word, uso de vídeos no PowerPoint, colaboração online em documentos e novas formas de administrar conversações via email.

Mas a maior mudança é a adesão da Microsoft à "computação em nuvem", o que permite aos usuários manipular documentos armazenados em servidores remotos através da Web, um segmento no qual o Google vem ditando o ritmo.

Os usuários empresariais do Office terão acesso imediato ao Office Web Apps, com versões online do Word, PowerPoint e Excel que podem ser acessadas por celulares ou computadores.

Isso marca uma grande virada no rumo do Office, utilizado por 500 milhões de usuários de acordo com a Microsoft. Até agora, ele era distribuído apenas na forma de software para instalação em computadores.

A atualização coloca a Microsoft em concorrência direta com o Google Docs, que fornece versões simplificadas dos mesmos programas da Microsoft via Internet e sem necessidade de baixar software. O uso é gratuito para os indivíduos e custa 50 dólares por usuário por ano para as empresas. O Google diz ter conquistado 25 milhões de usuários desde que lançou o Docs, quase quatro anos atrás.

De acordo com os dados mais recentes do grupo de pesquisa de tecnologia Forrester, 81 por cento das empresas usam o Office 2007, ante apenas quatro por cento que adotaram os programas equivalentes do Google.

Uma pesquisa também da Forrester afirma que quase um terço dos atuais usuários do Office planejam migrar para o Office 2010 dentro de 12 meses.

Após um período de teste público, "8,6 milhões de pessoas já estão usando o Office 2010", disse Stephen Elop, chefe da divisão Business da Microsoft, em evento de lançamento em Nova York.

A divisão, cujas vendas são 90 por cento representadas pelo Office, tem uma média de lucro de 2,8 bilhões de dólares por trimestre. Isso corresponde a 47 por cento do lucro total da Microsoft até agora neste ano fiscal.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below