Microsoft lança novo Office em combate online com Google

quarta-feira, 12 de maio de 2010 15:12 BRT
 

Por Bill Rigby

NOVA YORK (Reuters) - A Microsoft lançou uma versão atualizada do Office nesta quarta-feira, com o objetivo de manter seu domínio sobre o lucrativo mercado de aplicativos empresariais e responder ao desafio das alternativas online gratuitas oferecidas por empresas como o Google.

A maior produtora mundial de software atualizou e lançou versões online dos programas Word, Excel, Outlook e PowerPoint para atender à nova classe de usuários móveis e conectados à Web que emergiu depois da atualização anterior desses aplicativos, em 2006.

A Microsoft anunciou diversas melhoras nesta quarta-feira, entre as quais edição de fotos no Word, uso de vídeos no PowerPoint, colaboração online em documentos e novas formas de administrar conversações via email.

Mas a maior mudança é a adesão da Microsoft à "computação em nuvem", o que permite aos usuários manipular documentos armazenados em servidores remotos através da Web, um segmento no qual o Google vem ditando o ritmo.

Os usuários empresariais do Office terão acesso imediato ao Office Web Apps, com versões online do Word, PowerPoint e Excel que podem ser acessadas por celulares ou computadores.

Isso marca uma grande virada no rumo do Office, utilizado por 500 milhões de usuários de acordo com a Microsoft. Até agora, ele era distribuído apenas na forma de software para instalação em computadores.

A atualização coloca a Microsoft em concorrência direta com o Google Docs, que fornece versões simplificadas dos mesmos programas da Microsoft via Internet e sem necessidade de baixar software. O uso é gratuito para os indivíduos e custa 50 dólares por usuário por ano para as empresas. O Google diz ter conquistado 25 milhões de usuários desde que lançou o Docs, quase quatro anos atrás.

De acordo com os dados mais recentes do grupo de pesquisa de tecnologia Forrester, 81 por cento das empresas usam o Office 2007, ante apenas quatro por cento que adotaram os programas equivalentes do Google.   Continuação...