Telefónica:Portugal Telecom deve consultar acionistas sobre Vivo

quinta-feira, 13 de maio de 2010 12:49 BRT
 

MADRI (Reuters) - A espanhola Telefónica acredita que o conselho da Portugal Telecom deveria consultar os acionistas a respeito da oferta do grupo espanhol para adquirir a fatia da empresa portuguesa na Vivo, afirmou o vice-presidente financeiro da Telefónica, Santiago Fernández Valbuena.

"(A decisão do conselho de administração da Portugal Telecom de recusar a oferta) causa preocupação sobre a boa governança em uma empresa listada em bolsa", disse Valbuena a analistas.

A Portugal Telecom informou na segunda-feira que seu conselho decidiu por unanimidade recusar uma oferta da Telefónica de 5,7 bilhões de euros para adquirir 50 por cento da Brasilcel, holding que controla a Vivo, e disse que a operadora móvel brasileira é essencial para o grupo.

A proposta da Telefónica representa um prêmio de 145 por cento sobre a cotação média das ações da Vivo no mês anterior à apresentação da oferta.

O presidente do conselho da Telefónica, César Alierta, disse ainda que a oferta pela fatia da Portugal Telecom na Vivo é justa e definitiva.

Valbuena também afirmou que a Telefónica não está interessada em assumir o controle da Portugal Telecom.

"Nossa aliança com a Portugal Telecom sempre foi baseada no Brasil. Não estamos interessados na Portugal Telecom", afirmou.

Alguns analistas avaliavam que a Telefónica poderia tentar lançar uma proposta para comprar toda a Portugal Telecom, devido ao fracasso em adquirir apenas a posição do grupo português na Vivo.

O vice-presidente financeiro da Telefónica destacou que a oferta pela participação da Portugal Telecom na Vivo representava 80 por cento do valor de mercado de todo o grupo português.

"Estamos surpresos com a negativa (da Portugal Telecom)", declarou.