Google é investigado por atividades antitruste na Itália

sexta-feira, 14 de maio de 2010 17:13 BRT
 

ROMA (Reuters) - O Google fez uma proposta para fechar uma investigação de reguladores italianos sobre se a gigante da Internet teria forçado jornais locais a publicarem suas matérias no site de notícias do Google, afirmou a agência nesta sexta-feira.

O órgão regulador abriu a investigação em agosto, após acusação da Federação Italiana de Editoras de Jornais de que qualquer publicação que se recusasse a aparecer no site Google News Italia seria imediatamente excluído do serviço de buscas do Google.

O Google afirmou que irá assegurar a editoras que seu conteúdo não será excluído do site de buscas e propôs maior transparência sobre seus mecanismos de compartilhamento de receita, disse a agência reguladora em comunicado publicado em seu site.

Já o Google disse em comunicado que a cooperação com o órgão regulador e com editoras é bem-vinda. A Federação representa, entrou outros, os grupos RCS Mediagroup e L'Espresso.

A agência do governo afirmou que irá concluir sua avaliação da proposta do Google até o final de setembro, acrescentando que outras partes interessadas têm 30 dias para se manifestar.

O Google e seu principal concorrente, Yahoo, enfrentam uma série de reclamações de provedores de notícias nos Estados Unidos e em outros lugares do mundo de que seus serviços de buscas ganham dinheiro com notícias produzidas por terceiros.

(Reportagem de Alberto Sisto)