ING espera que Telefónica suba oferta por Vivo a 7,5 bi de euros

sexta-feira, 21 de maio de 2010 12:33 BRT
 

LISBOA (Reuters) - O ING avalia que a Telefónica poderá elevar a oferta pela fatia da Portugal Telecom na Vivo para 7,5 bilhões de euros, ante proposta inicial de 5,7 bilhões de euros, e que o grupo português deve se preparar para aceitar o negócio.

Em relatório desta sexta-feira, o ING disse que a Telefónica "poderia ter meios para pagar 7,5 bilhões de euros sem destruir valor".

O ING afirmou ainda que "a Portugal Telecom deverá estar preparada para aceitar uma venda a esse nível, mas poderá demorar algum tempo até que ambas as partes cheguem a uma decisão".

O banco manteve a recomendação de compra para as ações da Portugal Telecom, com preço-alvo de 9,5 euros.

Após o Conselho da Portugal Telecom ter rejeitado, na semana passada, a oferta da Telefónica para comprar os 50 por cento que a gigante portuguesa tem na Brasilcel, holding que controla a Vivo, o grupo espanhol quer pressionar a Portugal Telecom para que uma assembleia geral de acionistas decida sobre a aceitação ou não da oferta.

A Telefónica --que é a maior acionista da Portugal Telecom com 10 por cento do capital-- tem os restantes 50 por cento da Brasilcel.

A Vivo é a maior operadora de telefonia móvel do Brasil e tem sido o principal motor de crescimento da Portugal Telecom.

(Por Filipa Cunha Lima)