China diz que acusações dos EUA de pirataria não têm fundamento

segunda-feira, 24 de maio de 2010 12:14 BRT
 

XANGAI (Reuters) - O ministério de Relações Exteriores da China considerou como "sem fundamento" as acusações dos Estados Unidos de que a China está falhando no combate à pirataria, publicou a agência oficial de notícias Xinhua neste fim de semana.

A agência citou o porta-voz do ministério Ma Zhaoxu, afirmando que a China implementou políticas de combate à pirataria em filmes, música, videogames e outros produtos de entretenimento protegidos por direitos autorais.

"Os membros do Congresso dos Estados Unidos deveriam respeitar o fato e parar de fazer acusações sem fundamento contra a China", afirmou o porta-voz.

Líderes chineses reúnem-se na segunda e terça-feira em Pequim com a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, e com o secretário do Tesouro norte-americano, Timothy Geithner.

Apesar de uma série de assuntos que incluem práticas comerciais chinesas e taxa de câmbio do iuan estarem na agenda das reuniões, a defesa da propriedade intelectual é um dos temas de grande importância da pauta norte-americana.

O representante comercial dos Estados Unidos, Ron Kirk, afirmou na semana passada que Washington poderia usar as discussões econômicas para tratar com os líderes chineses questões sobre violação de direitos autorais e inovação.

Os EUA colocaram a China e a Rússia no topo de uma lista de pirataria divulgada no início deste mês.

Ma Zhaoxu afirmou que a proteção de direitos intelectuais é assunto de grande importância para o governo chinês e que o combate à pirataria tornou-se parte da estratégia nacional do país.

(Por Farah Master)