América Móvil nega mudança em gestão de Claro e Embratel

quarta-feira, 26 de maio de 2010 18:25 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo América Móvil, do bilionário mexicano Carlos Slim, negou nesta quarta-feira planos de mudar a gestão de suas operadoras de telefonia móvel e fixa no Brasil, Claro e Embratel, respectivamente.

Em nota à imprensa, a América Móvil informou que as operações da Claro no Brasil seguirão sendo dirigidas por João Cox e as da Embratel, por José Formoso.

"Os resultados de ambas empresas justificam nossa confiança para continuar investindo no setor de telecomunicações do Brasil", segundo a empresa.

A edição do jornal Folha de S.Paulo desta quarta-feira trouxe reportagem afirmando que Slim pretendia unir as operações de Claro e Embratel em até dois meses, em meio ao processo de reestruturação de suas empresas de telecomunicações na América Latina.

(Reportagem de Cesar Bianconi)